Atividades Complementares

As Atividades Complementares nos cursos de graduação são componente curricular obrigatório estabelecido nas diretrizes curriculares do Ministério da Educação, e cada curso tem a sua forma de registrá-las no currículo e no histórico escolar dos alunos. No curso de Agronomia elas estão descritas nas últimas 3 páginas do currículo em capítulo próprio (https://cagr.sistemas.ufsc.br/relatorios/curriculoCurso?curso=501). Elas devem ser desenvolvidas durante o período da realização do curso de graduação. No entanto, alunos que ingressam no curso por transferências e retornos, ou por processo seletivo mas que já cursavam outros cursos de graduação, podem validar as atividades complementares desenvolvidas nestes outros cursos de graduação.

Cada aluno deve integralizar no mínimo 8 atividades complementares das descritas no currículo para a integralização curricular, através de um processo físico de validação de disciplinas. Para alunos que já possuem um processo de validação de disciplinas, ou de transferência de curso, a validação das atividades complementares deve ser solicitada no DAE. Alunos que não tem processo de validação de disciplinas podem dar entrada ao processo físico no DAE ou na própria Coordenação do Curso.

Importante: Todos os documentos que farão parte do processo de validação das atividades complementares (certificados e outros comprovantes) devem ter expressa a carga horária cumprida em cada evento, exceto banners, resumos e artigos científicos. Documentos sem informações de carga horária cumprida não serão aceitos.

As principais atividades complementares descritas no currículo são: Atividades de monitoria, pesquisa e extensão; participação em eventos técnico científicos (palestras, congressos, seminários, SEPEX, …); estágios extracurriculares; cursos de línguas estrangeiras; representação estudantil em diretórios acadêmicos, empresas juniores e em órgãos colegiados; participação em cursos e minicursos extracurriculares; organização de eventos; atividades voluntárias em projetos de pesquisa e extensão; participação em semanas acadêmicas; publicação de banners, resumos, artigos e trabalhos científicos; cursos de informática e de primeiros socorros.

Recomenda-se que o aluno vá guardando os certificados e demais documentos e ao final da 8a fase formalize a validação, e quando tiver dúvidas deve dirigir-se à Coordenação do Curso.